Bruno Covas será homenageado com nome de espaço público no Rio de Janeiro

Largo na Zona Oeste da cidade reverenciará o ex-prefeito de São Paulo morto no domingo (16), vítima de câncer no trato digestivo

Elis Barreto*, da CNN, no Rio de Janeiro
17 de maio de 2021 às 11:53 | Atualizado 17 de maio de 2021 às 14:48

O ex-prefeito de São Paulo, Bruno Covas, morto neste domingo, vítima de câncer, aos 41 anos será homenageado no Rio de Janeiro. A prefeitura dará o nome do político a um largo na Barra da Tijuca, na Zona Oeste. A decisão é do prefeito Eduardo Paes. foi confirmada à CNN pela assessoria de imprensa do Palácio da Cidade e deverá ser oficializada nesta terça-feira (18).

O ato aproximará duas homenagens: o futuro Largo Bruno Covas ficará próximo à Rua Mário Covas, nomeada em homenagem ao avô e inspiração política do ex-prefeito de São Paulo. 

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), prestou solidariedade à família e aos amigos de Covas, e disse que a morte dele "interrompe uma trajetória que ainda seria repleta de conquistas". "Uma grande perda para o Brasil com a partida deste jovem, líder e democrata", escreveu em uma rede social.

Bruno Covas tratada um câncer no trato digestivo desde 2019. A doença, no entanto, se espalhou para o fígado e para os ossos. Ele estava internado em um hospital particular de São Paulo. No sábado (16), um boletim da equipe médica dizia que o quadro era irreversível, e que trabalhava para o conforto do paciente. 

Com a morte de Covas, o empresário Ricardo Nunes (MDB), ex-vereador, assume oficialmente a prefeitura de São Paulo. Desde o dia três deste mês, Nunes já vinha ocupando o cargo, de maneira interina, porque o titular se licenciara da função para se dedicar exclusivamente ao tratamento. 

*sob supervisão de Stéfano Salles