Renan Calheiros: 'Procissão no Rio em louvor ao vírus é declaração de guerra'

"A prioridade é barrar a pandemia, mas Bolsonaro rema para trás", escreveu o senador e relator da CPI da Pandemia em seu Twitter

Da CNN, em São Paulo
24 de maio de 2021 às 14:07

O relator da CPI da Pandemia, senador Renan Calheiros (MDB-AL), publicou no início da tarde desta segunda-feira (24) em sua rede social sobre o ato político que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello participaram no domingo (23).

"A prioridade é barrar a pandemia, mas Bolsonaro rema para trás. A procissão no Rio em louvor ao vírus é declaração de guerra ao SUS. O governador terá que explicar a molecagem com dinheiro público. Pazuello pisoteia disciplina e hierarquia e ri a céu aberto. A CPI terá muito assunto", escreveu ele no Twitter.

 

Tanto o presidente como o general Pazuello participaram da manifestação sem máscara.