Após alerta, prefeitura vai demolir dois andares de prédio em Rio das Pedras

Imóvel fica perto da construção que desabou semana passada na comunidade

Isabelle Saleme, da CNN, no Rio de Janeiro
11 de junho de 2021 às 13:15 | Atualizado 11 de junho de 2021 às 13:30
Área interditada para demolição no RJ
Área interditada para demolição no RJ
Foto: Divulgação/SEOP

A Defesa Civil vai demolir dois andares de um prédio no Rio das Pedras, na zona oeste do Rio de Janeiro. Os moradores acionaram as autoridades depois de ouvirem “estalos” no imóvel, que tem quatro pavimentos. Técnicos foram ao local e constataram que o 3° e o 4° andares da construção causavam sobrecarga nos inferiores. Para evitar o risco de desabamento de toda a estrutura, a decisão foi por demolir os últimos pisos. O local é de difícil acesso. Para não prejudicar outros imóveis do entorno, a demolição será manual.

Apesar de não ter constatado danos a estrutura dos prédios vizinhos, a Defesa Civil interditou de forma preventiva uma construção de quatro pavimentos que fica ao lado da que será demolida nesta sexta-feira (11). A previsão é de que o imóvel seja liberado depois dos trabalhos. As famílias atingidas estão sendo assistidas pela prefeitura.

O prédio fica a cerca de um quilômetro da construção que desabou na comunidade, na semana passada, causando a morte de duas pessoas: um bebê e o pai. No acidente, quatro moradores ficaram feridos. Kiara Abreu, de 26 anos, mãe da menina e esposa do homem que morreu, segue internada em estado grave no Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon. Ela ficou soterrada por cerca de seis horas e foi encontrada ainda lúcida pelos Bombeiros.

Além de terminar de demolir o prédio que veio abaixo, a prefeitura também já havia derrubado, na semana passada, a construção vizinha, que teve a estrutura comprometida.