Cientistas na CPI, vacina da Pfizer para crianças e mais de 11 de junho

5 Fatos Tarde, apresentado por Roberta Russo, repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN, em São Paulo
11 de junho de 2021 às 13:42

Cientistas são ouvidos por senadores na CPI da Pandemia, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprova vacina da Pfizer para adolescentes maiores de 12 anos e as novas declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre o uso de máscaras estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta sexta-feira, 11 de junho de 2021.

CPI da Pandemia

A CPI da Pandemia ouve nesta os cientistas Natalia Pasternak e Claudio Maierovitch. A sessão foi aberta por volta das 9h45 e os internautas. A microbiologista da USP e ex-presidente da Anvisa são críticos do chamado "tratamento precoce".

Pfizer para adolescentes

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta sexta-feira, o uso da vacina da Pfizer em adolescentes a partir dos 12 anos de idade no Brasil. Antes, ela só podia ser aplicada em jovens a partir dos 16 anos. A vacina é a única que pode ser aplicadas em menores de 18 anos no nosso país.

Uso de máscaras

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta sexta-feira que a decisão final sobre o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras caberá ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e aos governadores e prefeitos. A fala acontece após o presidente afirmar, na quinta-feira, que discutia com Queiroga o fim do uso obrigatório de máscaras para quem já foi vacinado contra a Covid-19 e também para quem já contraiu a doença.

Coronavac ao PNI

O Instituto Butantan retomou as entregas de doses da vacina Coronavac ao Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde. Nesta sexta-feira, o instituto entrega 800 mil doses ao PNI. A nova remessa faz parte de um novo lote de mais 5 milhões a serem liberadas ao longo deste mês.

Vacinação em Manaus 

Em Manaus, um mutirão para vacinar pessoas acima de 40 anos contra a Covid-19 acontece amanhã e domingo. Dos 64 pontos de imunização na capital amazonense, três vão funcionar por 32 horas sem pausa: das 9h do sábado às 17h do domingo.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br