Amazonas registra baixa de 88% no número de mortes por Covid-19

O avanço da vacinação é apontado como o principal motivo da redução, mas a situação ainda exige que a população tome cuidados para evitar infecções

Carol Queiroz Da CNN, em Manaus
10 de julho de 2021 às 22:03

O número de mortes por Covid-19 no Amazonas caiu 88% entre janeiro e junho deste ano. O avanço da vacinação - pessoas com mais de 20 anos já estão sendo imunizadas em Manaus - é apontado como um dos principais motivos para a redução e vem permitindo a flexibilização de medidas restritivas.

O total de mortes no estado caiu quase nove vezes do início ao fim do semestre - foram 2.832 vidas perdidas em janeiro contra 328 em junho, de acordo com dados do Ministério da Saúde compilados pela CNN.

Segundo a Fundação de Vigilância em Saúde, a taxa de mortalidade apresentou redução expressiva de 57% nas pessoas maiores de 60 anos e de 51% na faixa etária de 20 a 59 anos. Além disso, nos últimos dois meses, as internações de pessoas acima de 60 anos caíram pela metade.

Vacinação de jovens no Amazonas (10.Jul.2021)
Foto: Reprodução/CNN

A melhora nos números da pandemia no estado ocorreu em meio a previsões de uma terceira onda, citada por autoridades e pesquisadores. Porém, a população não pode descuidar dos protocolos, mantendo o uso de máscara, álcool gel e distanciamento, principalmente pela circulação de novas variantes no país.

"Com o surgimento de variações do vírus e a entrada da Delta ainda não temos certeza se acabou o risco de uma terceira onda", avalia Felipe Naveca, cientista da Fiocruz-AM.

Aos 23 anos, o engenheiro Wiliam D’angelo tomou a primeira dose da vacina e comemorou. "A gente está conseguindo vencer, ainda mais agora com a vacinação, todas essas vacinas... É uma sensação de alívio", afirma.