Branded Content

A indústria está presente em todos os momentos da vida do brasileiro

A indústria está presente em absolutamente todas as ações realizadas por este trabalhador.

CNI

Ouvir notícia

Para entender o papel da indústria na vida dos brasileiros, basta imaginar o dia de um trabalhador: 6:00 da manhã toca o despertador, ele se levanta da cama, vai ao banheiro e faz um café. Troca de roupa, pega o transporte público e aproveita para checar as notícias no smartphone. No local de trabalho, liga o computador e cumpre todas as tarefas do dia. Ao encerrar, pega o transporte público para voltar para casa, jantar, tomar banho, ver TV e dormir.

A indústria está presente em absolutamente todas as ações realizadas por este trabalhador. Do colchão que ele dorme ao cafezinho que ele toma. Do ônibus que o transporta, ao fogão que ele usa para cozinhar. Das roupas que ele veste ao chuveiro que o aquece.

O tempo todo tem alguém criando e produzindo tudo o que é necessário para que a rotina continue se repetindo, sem interferências e com alta qualidade percebida.

A Indústria brasileira investe cada vez mais em novas tecnologias, inovações e na qualificação dos profissionais para atender às demandas da população com excelência. Ao todo, 28 segmentos da indústria oferecem produtos e serviços que não deixam nada a dever ao que se produz nas nações mais desenvolvidas.

A CNI, o SESI e o SENAI são fundamentais para tornar a indústria nacional cada vez mais moderna e competitiva. O trabalho é feito em parceria com o Fórum Nacional da Indústria, o FNI, que é composto por 70 entidades setoriais.

Como a indústria acompanha a rotina da população brasileira, durante a pandemia não seria diferente. Por isso, tem desempenhado um papel crucial no combate ao Coronavírus. Embora duramente afetada pela crise econômica decorrente do isolamento social, a indústria nacional colocou a sua capacidade técnica e produtiva para ajudar governos e a população durante a pandemia. Uma rede coordenada pela CNI e pelo SENAI já mobilizou 380 indústrias de diversos portes e suas respectivas entidades representativas, bem como federações estaduais nessa cruzada solidária.

Os investimentos em diversas ações de todas as regiões do país chegam a R$ 470 milhões. Dentre elas podemos destacar a iniciativa, comandada pelo SENAI, de fazer a manutenção e conserto de respiradores mecânicos que estavam desativados. Ao todo já foram recebidos 4,1 mil respiradores, dos quais 2,5 mil já foram consertados e devolvidos para as unidades de saúde de 223 municípios. Estima-se que mais de 25 mil vidas foram salvas em função desta iniciativa.

Além disso, a indústria já produziu 34 milhões de máscaras cirúrgicas, 22.3 milhões de máscaras de uso comum, 690 mil protetores faciais (face shields), 688 mil vestimentas hospitalares e 1.5 milhão de pares de luvas, a maioria destinada para doações.

Oura importante iniciativa do SENAI foi oferecer cursos técnicos e profissionais gratuitos para milhares de jovens e trabalhadores em todo o país. E ainda, colocou à disposição dos governos os 84 institutos de tecnologia e inovação para desenvolver meios para minimizar a disseminação do vírus, como a criação de novos métodos prevenção e de detecção do vírus.

Enquanto isso, para acelerar a vacinação dos trabalhadores da indústria contra a Covid-19, o SESI colocou toda a sua estrutura, presente em 2,4 mil municípios, à disposição Programa Nacional de Imunização. Cerca de meio de milhão de pessoas já foram vacinadas com o apoio direto da entidade.

Como se vê, não existe um país forte sem uma indústria forte. Além de fazer parte da rotina da população, a indústria é o motor do desenvolvimento econômico e social do país.

Mais Recentes da CNN