Castelo de 8 mil m², que pertencia a ex-deputado, está à venda por R$ 20 milhões

Complexo turístico que tem um parque aquático no quintal está à venda em uma plataforma de leilões

Castelo tem um parque aquático e uma floresta de eucalipto no seu quintal
Castelo tem um parque aquático e uma floresta de eucalipto no seu quintal Divulgação

Raphael CoracciniJulyanne Jucáda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Um castelo de 7.911 m² de área construída, que fica em São João Nepomuceno (MG) e pertenceu ao ex-deputado federal Edmar Moreira, está à venda num site de leilões pela bagatela de R$ 20 milhões, valor de avaliação do imóvel. A área externa tem um parque aquático, uma ducha escocesa, espelhos d’água, ajardinamento e paisagismo e chafarizes, além de uma floresta de Eucalipto, Citriodora e Pinus.

O castelo Monalisa, que está registrado como um complexo turístico, foi construído pelo deputado na década de 80 e ficou famoso em 2009, quando a Justiça Eleitoral disse que Edmar não havia declarado o imóvel de 193 hectares entre seus bens. Na época em que o caso se tornou público, o política era deputado federal pelo DEM e hoje está filiado ao PTB de Minas Gerais, segundo site da Câmara, mas não possui mandato.

Á época, Edmar disse que a fazenda Luzitânia, onde está o complexo, pertencia aos filhos, mas o imóvel também não constou na prestação de contas de nenhum deles. Depois do escândalo, ele renunciou ao mandato e, mais tarde, o imóvel foi colocado em leilão.

Segundo a empresa de leilões, o imóvel já passou por um leilão extrajudicial em 2018 e atualmente está em venda direta e houve também uma tentativa de leilão em 2020, com lance inicial em R$ 20 milhões, mas foi encerrado sem que o negócio fosse concretizado.

O complexo turístico tem 37 suítes e três salas, cozinha industrial, bar, salão com churrasqueira, vestiários para funcionários, adega subterrânea, depósito, casa de máquinas, lavanderia, garagem coberta e capela.

Mais Recentes da CNN