BRANDED CONTENT

Maquininhas da Cielo permitem compra e venda usando o auxílio emergencial

Iniciativa permite ao beneficiário do auxílio emergencial usar dinheiro de forma digital sem precisar se deslocar ou enfrentar filas em agências bancárias

21 de julho de 2020 às 09:28 | Atualizado 21 de julho de 2020 às 11:29

Para dar mais segurança e facilidade tanto para os trabalhadores que recebem o auxílio emergencial do governo federal quanto para comerciantes e empresas, a Cielo habilitou suas maquininhas a aceitarem pagamentos efetuados com o Cartão de Débito Virtual CAIXA através do aplicativo CAIXA Tem, desde o início de junho.

De lá pra cá, foram milhares de transações, tanto no ambiente digital, como em soluções como e-commerce e link de pagamento, quanto diretamente nas lojas físicas ou deliveries. Para se ter uma ideia, já são mais de 1,5 milhão de maquininhas habilitadas espalhadas pelo Brasil.

A iniciativa permite ao beneficiário do auxílio emergencial utilizar o dinheiro de forma digital sem precisar se deslocar ou enfrentar filas em agências bancárias – e, assim, diminuir a exposição ao novo coronavírus.

Os comerciantes também saem ganhando: além de ampliarem a possibilidade de venda, os produtos e serviços são comercializados de um jeito mais prático, com aceitação em diferentes soluções, o que ajuda a impulsionar os negócios em um momento em que a economia global sofre retração por causa da pandemia e do isolamento social. 

A operação com as maquininhas é intuitiva e funciona da seguinte maneira:

- O vendedor digita o valor na máquina e, em seguida, seleciona a opção “débito”;

- Então, ele clica no botão verde até gerar o QR Code;

- O cliente abre o aplicativo CAIXA Tem, seleciona a opção “pagar com maquininha” e, então, faz a leitura do QR Code que foi gerado pela maquininha da Cielo;

- Assim que a leitura for feita, o cliente confirma a compra pelo aplicativo e a transação é finalizada.

O processo é concluído dentro de alguns segundos e pode ser realizado por meio de diversos tipos de máquinas: Cielo LIO, Flash, ZIP e em máquinas com e sem fio. 

Outra solução atualizada para essa transação foi o Cielo Super Link. Ele é um link virtual de pagamento que pode ser gerado e enviado por app de mensagem, redes sociais e e-mail para quem irá comprar.

Para aceitar o débito virtual Caixa, o estabelecimento só precisa habilitar a função no Super Link direto no site da Cielo e orientar seu cliente a escolher a opção correta na hora de preencher os dados para pagamento. as transações funcionam assim:

- O cliente Cielo acessa o site com seu login e senha;

- Em seguida, no menu Vendas Online, clica na opção Super Link; 

- Na aba Configurações, habilita a opção Débito Elo;

- Quando o beneficiário realizar a compra a distância, deverá apenas abrir o app CAIXA Tem, clicar em “cartão virtual” e em seguida preencher o link com os dados apresentados. Como forma de pagamento, o cliente deverá escolher a opção Débito Elo.

Seja pelas maquininhas ou via e-commerce, as operações seguem protocolos rígidos de segurança para o cliente. 

A iniciativa da Cielo tem o potencial de facilitar a vida de muita gente – segundo a Caixa, cerca de 41 milhões de pessoas utilizam o aplicativo, que funciona como uma espécie de carteira digital.

Milhares de supermercados e farmácias – como Pague Menos, Carrefour, Assaí, Big Supermercados – já adotaram a tecnologia da Cielo.

"A solução desenvolvida vai permitir que os beneficiários do auxílio emergencial façam compras diretamente nas lojas com o saldo da carteira. Não vão precisar enfrentar filas longas para sacar recursos nas agências bancárias", disse Paulo Caffarelli, presidente da Cielo, em nota à imprensa.

A popularização pelo país do Cartão de Débito Virtual Caixa é uma consequência do Cielo Movimenta, que surgiu para apoiar negócios a continuarem movimentando suas vendas nesse período difícil, fazendo conexão entre quem quer comprar e quem quer vender.