Dois oficiais da Marinha estão com o coronavírus


Fernando Molica
Por Fernando Molica, CNN  
25 de março de 2020 às 20:37 | Atualizado 25 de março de 2020 às 21:14

O comandante e o imediato de um dos navios da Marinha do Brasil foram diagnosticados com o novo coronavírus.

A CNN recebeu a informação de que havia casos de contaminação em um dos navios e procurou o Ministério da Defesa e o Comando da Marinha para checar a informação.

Trata-se do navio "Almirante Saboia", de desembarque de carros de combate, que está ancorado na Base Naval do Rio de Janeiro, na Ilha de Mocanguê, em Niterói.

A Marinha confirmou a existência de dois casos --o comandante e o imediato são os dois principais oficiais que ficam à bordo desses navios.

Segundo a nota, emitida pelo Comando em Chefe da Esquadra, os dois oficiais cumprem isolamento residencial "de acordo com os protocolos definidos pelos Ministérios da Saúde e da Defesa, tendo sua situação acompanhada regularmente pela Unidade Médica da Esquadra".

De acordo com a Marinha, medidas de descontaminação do navio foram feitas pela Companhia de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica da força, "à semelhança do procedimento adotado para os demais navios em operação".

A nota informa que todos os integrantes da tripulação estão sendo monitorados e que para manter a capacidade operativa do navio serão designados, interinamente, novos comandante e imediato.