Subprocuradores acionam Augusto Aras por falas de Bolsonaro sobre COVID-19


Daniel Adjuto
Por Daniel Adjuto, CNN  
25 de março de 2020 às 21:20
Procurador Geral da República, Augusto Aras em entrevista para a CNN Brasil (16.

Procurador Geral da República, Augusto Aras, em entrevista para a CNN Brasil (16.mar.2020)

Foto: Reprodução/ CNN Brasil

Cinco subprocuradores-gerais pediram ao procurador-geral da República que oriente o presidente Jair Bolsonaro a fazer pronunciamentos "de forma coerente e em sintonia" com o que orientam o Ministério da Saúde e a Organização Mundial de Saúde sobre a COVID-19.

Na avaliação dos integrantes da PGR, o presidente da República desautorizou medidas sanitárias adotadas pelo próprio Ministério da Saúde.

A coluna teve acesso à recomendação enviada a Augusto Aras no fim da tarde desta quarta-feira (25). Os subprocuradores afirmam que o pronunciamento de Bolsonaro tem "forte potencial de desarticular os esforços que vêm sendo empreendidos no sentido de conter a curva de contaminação comunitária". 

Assinam o documento os subprocuradores Nivio de Freitas, Antonio Carlos Bigonha, Luiza Frisheisen, Deborah Duprat e Domingos Sávio Dresch. Segundo eles, o uso incorreto da cadeia de rádio e televisão obrigatória ao não trazer informações precisas e que garantam segurança social pode configurar desvio de finalidade.

O procurador-geral já recebeu o memorando e vai se manifestar oportunamente.