"Vou manter meu foco em cuidar das pessoas", afirma governador do DF


Basília Rodrigues
Por Basília Rodrigues, CNN  
25 de março de 2020 às 14:40
O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB)

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB)

Foto: Agência Brasil

Sem lojas, escolas, cinemas, teatros, academias, restaurante funcionando, Brasília deverá continuar assim por um tempo ainda, enquanto o coronavírus aterrorizar o país. "Não é hora de politizar ou polemizar. Bolsonaro tem parte da razão, afinal muitos municípios pequenos, sem qualquer caso de coronavírus, estão fechando. De outra parte, cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília têm situações diferenciadas", afirmou o governador Ibaneis Rocha (MDB) à CNN. "Vou manter o meu foco em cuidar das pessoas", disse.

Na contramão de outras unidades da federação, o Distrito Federal tem apresentado baixo ritmo de infestação pela doença, tendo conseguido ficar por mais de 24 horas sem variação no número de infectados pelo coronavírus nos últimos balanços. Atualmente, há pelo menos 161 pessoas com a doença confirmada na capital federal.

Diante do choque de orientações entre presidente da República e Ministério da Saúde, Brasília e estados como Minas Gerais, Piauí, Espírito Santo repetiram que vão manter a medida de isolamento domiciliar contra o vírus.

"Acredito e preciso do apoio do ministério da Saúde e da Economia. Sou hospedeiro do governo federal, que paga um “aluguel” pequeno para as condições da cidade que o hospeda", afirma o governador que usufrui do Fundo Constitucional como reforço ao caixa, além do que a cidade arrecada.

Para Ibaneis Rocha, "juízo, paciência e muito apoio das equipes técnicas é o que resolverá esse problema", disse, minimizando o tom adotado por Bolsonaro, em pronunciamento na noite de desta terça-feira (24).