Depois de anunciar recuperação, ministro com coronavírus volta pra quarentena

Augusto Heleno disse que está se sentindo bem, mas vai ficar em casa

Basília Rodrigues
Por Basília Rodrigues, CNN  
27 de março de 2020 às 13:19 | Atualizado 27 de março de 2020 às 13:21
O general Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional: diagnosticado com COVID-19, ministro voltou para quarentena (07.nov.2018)
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Apesar da alta médica, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, voltou para quarentena em casa. A assessoria do GSI informou que foi uma opção do ministro e que ele está bem. Heleno, que tem 72 anos, foi diagnosticado com o novo coronavírus.

Na quarta-feira, após cumprir metade da quarentena, o ministro voltou a despachar no Planalto e divulgou que estava recuperado da doença. Ele esteve reunido com o presidente Jair Bolsonaro, que na noite anterior havia afirmado, durante pronunciamento, que o novo coronavírus é um "resfriadinho" e "gripezinha".

Com a decisão de voltar para casa, Heleno pretende cumprir toda quarentena, de 14 dias - período que se encerra na próxima quarta-feira.

De acordo com o governo do Distrito Federal, apesar do ministro ter recebido alta médica, ele não está oficialmente contabilizado entre os pacientes do DF que se recuperaram.