Depois de anunciar recuperação, ministro com coronavírus volta pra quarentena


Basília Rodrigues
Por Basília Rodrigues, CNN  
27 de março de 2020 às 13:19 | Atualizado 27 de março de 2020 às 13:21
O general Augusto Heleno

O general Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional: diagnosticado com COVID-19, ministro voltou para quarentena (07.nov.2018)

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Apesar da alta médica, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, voltou para quarentena em casa. A assessoria do GSI informou que foi uma opção do ministro e que ele está bem. Heleno, que tem 72 anos, foi diagnosticado com o novo coronavírus.

Na quarta-feira, após cumprir metade da quarentena, o ministro voltou a despachar no Planalto e divulgou que estava recuperado da doença. Ele esteve reunido com o presidente Jair Bolsonaro, que na noite anterior havia afirmado, durante pronunciamento, que o novo coronavírus é um "resfriadinho" e "gripezinha".

Com a decisão de voltar para casa, Heleno pretende cumprir toda quarentena, de 14 dias - período que se encerra na próxima quarta-feira.

De acordo com o governo do Distrito Federal, apesar do ministro ter recebido alta médica, ele não está oficialmente contabilizado entre os pacientes do DF que se recuperaram.