'É na dificuldade que a liderança emerge', diz Santos Cruz sobre coronavírus


Iuri Pitta
Por Iuri Pitta, CNN  
27 de março de 2020 às 11:12
General Santos Cruz e Jair Bolsonaro

O então ministro da Secretaria de Governo, general Santos Cruz, na posse de Jair Bolsonaro (01.jan.2019)

Foto: Marcos Corrêa/Presidência da República

 

O general da reserva Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro do governo Jair Bolsonaro, publicou nesta manhã de sexta-feira (27) texto no qual afirma que “o líder tem que transmitir uma orientação, segura, serena, exemplar e tem de prestigiar seus assessores, tem que assumir a responsabilidade de todo o processo”. No texto sob o título “Coronavírus - Liderança e Coordenação”, o militar afirma que “é na dificuldade que a liderança emerge”. 

Santos Cruz elogia a atuação, “desde o início”, do Ministério da Saúde pela “linha confiável, transmitindo tranquilidade, realismo e conhecimento”. Para o general, “o apoio político à área técnica é fundamental”.  

“É hora de estar acima das disputas partidárias, ideológicas, eleitoreiras e de unir os governadores, prefeitos, poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, empresariado, população. É importante confiar na área técnica, discutir as opções internamente na área governamental e, após decidir, preservando a flexibilidade, prestigiar as recomendações, ter uma coordenação de governo, transmitir tranquilidade, equilíbrio, coerência e exemplo”, publicou Santos Cruz. 

Ao concluir o texto, o ex-ministro diz que “discussões públicas e contradições mostram falta de coordenação e não trazem a tranquilidade e a paz necessárias para a população enfrentar este período difícil”. “A liderança, nesse momento crítico, exige percepção, calma e sensibilidade. Tem que ter bom senso, autoconfiança e humildade para tentar recuperar o tempo perdido.”