Bolsonaro chama Mandetta ao Palácio do Planalto para reunião

Caio Junqueira
Por Caio Junqueira, CNN  
16 de abril de 2020 às 15:43 | Atualizado 16 de abril de 2020 às 16:11
Mandetta fala sobre a relação com Bolsonaro e os desafios na luta contra a pandemia
Foto: Isac Nóbrega/ Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro chamou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta ao Palácio do Planalto. O ministro deve se pronunciar ainda nesta tarde, após a reunião com o presidente. A entrevista está marcada para 16h20.

A reunião acontece após o presidente ouvir nomes para substituir o ministro. Bolsonaro conversou nesta quinta-feira (16) com o médico Nelson Teich, que  considerou “muito qualificado", e com o presidente da Associação Médica Brasileira, Lincoln Lopes Ferreira.

Mandetta disse mais cedo que esperava ser demitido entre hoje e amanhã. Ele perdeu força no cargo nos últimos dias, depois de ter criticado o presidente em uma entrevista à TV Globo no domingo. Na semana passada, após pressão de ministros militares, Bolsonaro manteve o ministro no cargo. A entrevista, no entanto, alterou esse cenário.

Nas últimas semanas, o presidente e o ministro divergiram sobre as medidas no combate à pandemia de coronavírus no Brasil. Bolsonaro discorda da política de isolamento defendida por Mandetta, pede que a quarentena seja cumprida apenas por grupos de risco e prega o uso da hidroxicloroquina no tratamento à doença - um remédio cuja eficácia ainda não foi cientificamente comprovada.