Moro ficará no cargo se puder decidir o próximo diretor da PF

O ministro fará um pronunciamento nesta sexta-feira, às 11h

André Spigariol Da CNN
24 de abril de 2020 às 08:13 | Atualizado 24 de abril de 2020 às 08:30

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, ficará no cargo se puder decidir o próximo diretor-geral da Polícia Federal, segundo deputados federais aliados ao ministro. Segundo a avaliação de parlamentares, Moro entrará 'com força' para corrida eleitoral de 2022.

Em ato publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta, o presidente Jair Bolsonaro exonerou Maurício Valeixo do cargo de diretor-geral da Polícia Federal. Responsável pela indicação de Valeixo, o ministro da Justiça, Sergio Moro, avalia deixar o cargo. 

O ministro fará um pronunciamento para falar sobre a exoneração publicada nesta sexta-feira (24), às 11h.