Governo troca diretores-gerais da PRF e do Departamento Penitenciário Nacional 

As alterações foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) e assinadas pelo ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto

Bianca Camargo, da CNN, em São Paulo
22 de maio de 2020 às 04:37 | Atualizado 22 de maio de 2020 às 04:37
Interior do presídio Laudemir Neves em Foz do Iguaçu (PR)
Foto: Luiz Silveira - 16.fev.2011/Agência CNJ

O governo federal trocou a diretoria-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) nesta sexta-feira (22).

As alterações foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) e assinadas pelo ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto.

A publicação trouxe a exoneração do diretor-geral Adriano Marcos Furtado, da PRF e do diretor-geral da Depen, Fabiano Bordignon. 

Para substituir nos respectivos cargos, foram nomeados Eduardo Aggio de Sá para diretor-geral da PRF e Tânia Maria Matos Ferreira Fogaça, como diretora-geral do Depen.