PSDB diz haver 'falta de coordenação e liderança nacional' no Brasil

Em análise do atual cenário político no Brasil, partido afirma que condena qualquer tentativa de ruptura institucional

Da CNN, em São Paulo
28 de maio de 2020 às 18:01
Bruno Araújo, presidente nacional do PSDB
Foto: Divulgação/PSDB

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, afirmou nesta quinta-feira (28) que “a atual desarmonia entre os três poderes representa uma forma de buscar saídas autoritárias para o país”. Em uma análise do atual cenário político no Brasil, o tucano disse que condena qualquer tentativa de ruptura institucional.

Por meio de nota, o partido, representado por Araújo, declarou que considera inadmissível que em meio à mais grave crise sanitária e econômica da história, o país esteja envolvendo-se em conflitos institucionais.

“No momento em que o coronavírus causa mil novas mortes em média por dia, o país deveria estar unindo esforços para salvar vidas. Falta-nos, porém, coordenação e, sobretudo, liderança nacional”, afirma.

Leia também:

Declarações de Bolsonaro “criam ambiente de radicalismo” no país, diz Maia

Fachin manda a plenário pedido para suspender inquérito das fake news

Ministro do STF diz que operação da PF sobre fake news afetou Bolsonaro

A defesa da liberdade dos brasileiros foi enfatizada pelo partido como o principal mote para a condenação de qualquer tentativa de quebra institucional.

“O PSDB jamais se afastará da defesa intransigente e firme da democracia. Frente a ataques feitos por minorias e seus representantes que enxergam na desarmonia entre os três poderes uma forma de buscar saídas autoritárias para o país. O PSDB condena qualquer tentativa de ruptura institucional e seguirá atento e firme na defesa das liberdades dos brasileiros”, diz a nota.