Alexandre de Moraes vai decidir sobre horário de publicação de dados da Covid-19

A iniciativa é uma reação a uma decisão do governo federal de divulgar os números da pandemia somente às 22h

Gabriela Coelho, da CNN, em Brasília
08 de junho de 2020 às 17:25 | Atualizado 08 de junho de 2020 às 17:28
O ministro Alexandre de Moraes, do STF
Foto: Rosinei Coutinho - 20.fev.2020/STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi sorteado para julgar a ação apresentada por partidos de oposição que solicitaram que a Corte determine o horário de publicação dos dados sobre o coronavírus até às 19h30, diariamente, na área do site do Ministério da Saúde.

A iniciativa é uma reação a uma decisão do governo de divulgar os números apenas às 22h. No documento apresentado à Corte, os partidos afirmam que o chefe do Poder Executivo, “além de ter uma postura negacionista em relação à pandemia, tem trabalhado para esconder os números, o que, na aviação das siglas, representa uma violação de preceitos da Constituição”. 

Assista e leia também:

Saúde afirma que revisou duplicações e mantém 525 mortos em 24 horas
Juiz suspende flexibilização de isolamento no Rio de Janeiro
OAB acionará STF contra 'omissão de dados' do governo sobre a pandemia

“Além disso, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), descumpre os princípios que regem a atuação da administração pública: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, e, em especial, o dever de transparência e a supremacia do interesse público”, diz trecho do documento. 

Desde a última quarta-feira (3), os números passaram a ser divulgados às 22h, três horas depois do que o horário original.