Deputadas do PSOL e do PL debatem manifestações pró e contra Bolsonaro

Sâmia Bomfim (PSOL-SP) e Katia Sastre (PL-SP) falam sobre as motivações dos atos e discordam sobre qual lado pratica violência

Da CNN, em São Paulo
14 de junho de 2020 às 17:38 | Atualizado 14 de junho de 2020 às 21:09

Manifestações contra e a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ocorrem na cidade de São Paulo na tarde deste domingo (14). Enquanto os simpatizantes do presidente se concentraram no Viaduto do Chá, os opositores se reuniram na Avenida Paulista. As deputadas Sâmia Bomfim (PSOL-SP) e Katia Sastre (PL-SP) foram convidadas pela CNN para um debate sobre os atos.

Sâmia Bomfim avalia que os motivos para que ocorram as manifestações de oposição se acumularam, entre eles a fala do presidente que estimulou que as pessoas entrassem em hospitais de campanha para fiscalizar os gastos durante a pandemia do novo coronavírus. 

“Estas pessoas que estão na Avenida Paulista, hoje, manifestando contra o governo e pela democracia chegaram em uma situação limite. Evidente, em plena pandemia, ninguém gostaria de precisar de sair de casa, precisar de se manifestar nas ruas, mas foi uma necessidade imposta pelo próprio presidente da república e pelos seus apoiadores que abusam do seu poder e extrapolam os limites da democracia e fazem ações autoritárias e terroristas Brasil afora”, diz.

Leia e assista também

Protestos contra e a favor de Bolsonaro ocorrem em SP neste domingo

A Deputada Katia Sastre avaliou que a diminuição do número de pessoas nos atos pró-governo aconteceram por causa do pedido do presidente, que orientou que seus apoiadores não participassem dos atos neste domingo, além do cenário da pandemia que continua aumentando o número de contaminados. Ela, entretanto, não acredita que o presidente esteja perdendo popularidade.

“Não vem perdendo, como não perdeu no início. Realmente é um governo que está lutando pela sociedade, um governo honesto, que luta pela família, pela humanidade. Diferente do governo anterior", avaliou a parlamentar. 

(Edição: Leonardo Lellis)