Governo nomeia novo secretário de Atenção Primária à Saúde

Sem titular desde de 30 de abril, pasta responsável por gestão dos postos de saúde será comandada pelo médico Raphael Câmara Medeiros Parente

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo
23 de junho de 2020 às 08:53
Governo nomeou Raphael Câmara Medeiros Parente para secretaria estratégica do Ministério da Saúde
Foto: Adriano Machado - 26.abr.2020/ Reuters

O governo federal nomeou o médico Raphael Câmara Medeiros Parente para o cargo de secretário de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde. A nomeação foi assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto.

O nome dele foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) nesta terça-feira (23) depois de a secretaria ficar quase dois meses sem titular – Erno Harzheim foi exonerado do cargo em 30 de abril, ainda na gestão de Nelson Teich à frente do ministério.

Raphael Parente é doutor em Ciências, mestre em Epidemiologia e médico do departamento de Ginecologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), além de integrante do Conselho Federal de Medicina.

O nome dele aparece em vários artigos publicados em jornais e na internet relacionados à questão do aborto. Em alguns, ele é apresentado como um "defensor do direito à vida".

Leia também:

Teich exonera 13 do Ministério da Saúde; áreas estratégicas ficam esvaziadas

A Secretário de Atenção Primária à Saúde é responsável, entre outras coisas, pela gestão de postos de saúde, ambulatórios e atendimentos de "saúde da família". A Secretaria também tem entre as atribuições desenvolver estratégias para o acesso de primeiro contato ao sistema de saúde, fortalecer a Estratégia Saúde da Família e implementar políticas para a equidade em saúde.

É considerada, portanto, uma das áreas estratégicas dentro do Ministério da Saúde.

A Atenção Primária à Saúde ganhou status de Secretaria a partir de um decreto assinado, em maio de 2019, pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).