Interino do MEC é chamado por Bolsonaro para nova conversa

Vogel acompanhou Renato Feder em encontro com o presidente pela manhã no Palácio do Planalto

Renata Agostini
Por Renata Agostini, CNN  
23 de junho de 2020 às 14:10
O secretário-executivo do Ministério da Educação, Antônio Paulo Vogel, em entrevista coletiva
Foto: José Cruz - 04.jun.2019/Agência Brasil

Após encontro com Renato Feder, o presidente Jair Bolsonaro indicou ao atual ministro interino do Ministério da Educação,  Antonio Paulo Vogel, que gostaria de ter uma nova conversa com ele ainda nesta terça, 23.

Leia também:
Cotado para MEC, Feder diz que teve conversa 'muito boa' com Bolsonaro

Vogel acompanhou Feder em encontro com o presidente pela manhã no Palácio do Planalto. Feder é secretário de Educação do Paraná e um dos cotados para substituir Abraham Weintraub no MEC.

O nome de Feder foi indicado por empresários próximos ao presidente e ganhou reforço do ministro das Comunicações, Fábio Faria, e de parte da ala militar.
 
Há uma disputa intensa nos bastidores entre grupos do governo sobre o destino do comando do MEC após a saída de Abraham Weintraub. A ala ideológica tenta dissuadir o presidente de nomear um ministro de fora do governo e gostaria de emplacar o nome de alguém que já está na pasta.

Nos últimos dias, o presidente se reuniu com diversos secretários do MEC fora da agenda oficial e tem dado indicações conflitantes a interlocutores. Chegou a dizer que não tem pressa em nomear o sucessor de Weintraub. Ao menos tempo, acelerou as entrevistas com postulantes ao posto.

Além de Feder, chamou para conversas os secretários do MEC Carlos Nadalim, Ilona Becskeházy, e o assessor especial Sergio Sant´Ana.