Bolsonaro receberá ex-assessor de Weintraub cotado para o MEC

Ex-assessor especial da pasta durante a gestão de Abraham Weintraub, Sant'ana é apoiado principalmente pelos deputados federais bolsonaristas do PSL

Por Igor Gadelha, CNN  
25 de junho de 2020 às 12:24 | Atualizado 25 de junho de 2020 às 14:32

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve receber nesta quinta-feira (25) mais um nome cotado para assumir o Ministério da Educação: o advogado Sérgio Sant'ana. 

Ex-assessor especial da pasta durante a gestão de Abraham Weintraub, Sant'ana é apoiado principalmente pelos deputados federais bolsonaristas do PSL.

Nos últimos dias, o advogado circulou em Brasília acompanhado de parlamentares aliados de Bolsonaro em busca de apoio político para ser nomeado para o MEC. 

Sant'ana procurou, inclusive, integrantes do centrão, como o deputado Ricardo Barros (PP-PR). Também conversou com o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO).

Aliados do advogado dizem que ele também tem boa relação com alguns integrantes da ala militar, que o conhecem em razão de seu pai ter sido general do Exército.

Leia também:
Conselho de ética do Banco Mundial diz que não tem poder para barrar Weintraub
Nome de Renato Feder perde força e cresce apoio a solução "caseira" no MEC

Deputados bolsonaristas que defendem Sant'ana argumentam que ele agrada diferentes alas, porque, embora seja ideologicamente alinhado ao bolsonaristmo, tem perfil mais pacífico.

Esse perfil, na avaliação dos parlamentares, seria uma vantagem em relação ao secretário nacional de Alfabetização, Carlos Nadalim, nome defendido pela chamada ala ideológica do governo.

Próximo de Olavo de Carvalho, Nadalim enfrenta resistência das cúpulas do Congresso e do Judiciário. A avaliação é de que o secretário tem o perfil tão ou mais radical que o de Weintraub.