Mato Grosso escolherá novo senador no mesmo dia do 1º turno da eleição municipal

Data da votação será em 15 de novembro. Eleito ou eleita substituirá a senadora Selma Arruda (Podemos-MT), que teve mandato cassado em abril deste ano

Anna Satie, da CNN em São Paulo
17 de julho de 2020 às 20:58
Urna eletrônica
Foto: José Cruz/Agência Brasil

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) autorizou nesta sexta-feira (17) a eleição suplementar para o cargo de senador do estado do Mato Grosso. A escolha acontecerá no mesmo dia do primeiro turno das eleições municipais deste ano, 15 de novembro.

O eleito ou eleita irá preencher a vaga deixada por Selma Arruda (Podemos-MT), que perdeu o mandato em abril deste ano. Ela foi cassada em dezembro de 2019 por abuso de poder econômico e caixa dois nas eleições de 2018. 

Arruda recorreu ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra a cassação, mas seu recurso foi negado.

A eleição suplementar chegou a ser marcada para 26 de abril, mas acabou sendo adiada para evitar a aglomeração de pessoas nas zonas eleitorais durante a pandemia de Covid-19.

Eleições de 2020

As eleições municipais foram adiadas de outubro para novembro deste ano, após recomendações de autoridades médicas por conta da pandemia do novo coronavírus. 

O primeiro turno acontecerá em 15 de novembro e o segundo, onde houver, em 29 de novembro.

Na última semana, o TSE barrou o uso da identificação biométrica para evitar a formação de filas e que muitos eleitores toquem o mesmo leitor de impressões digitais.