STF envia notícia-crime à PGR sobre fala de Damares em reunião ministerial

Na ocasião, a ministra defendeu a prisão de governadores e prefeitos que tomassem medidas drásticas no combate à pandemia da Covid-19

Da CNN
17 de julho de 2020 às 22:09

O Supremo Tribunal Federal (STF) encaminhou nesta sexta-feira (17) à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma notícia-crime para apurar a fala da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, durante a reunião ministerial que aconteceu no dia 22 de abril no Palácio do Planalto.

Na ocasião, Damares disse que pediria a prisão de governadores e prefeitos que tomassem medidas drásticas no combate à pandemia do novo coronavírus.

O envio de notícia-crime é uma etapa processual de praxe, e não precisa de uma análise prévia do relator -- nesse caso, a ministra Carmen Lúcia.

Assista e leia também:

Número de militares em cargos civis cresce e passa de 6 mil no governo Bolsonaro

Agora, a PGR vai avaliar se há elementos suficientes para abertura de inquérito. 

A ministra ainda não se pronunciou.

(Edição: Bernardo Barbosa)