Maia traz Centrão para articulação da reforma tributária

Presidente da Câmara escalou os líderes do MDB, Baleia Rossi (SP), e do Progressistas, Arthur Lira (AL), para atuarem no convencimento das demais bancadas

Por Igor Gadelha, CNN  
27 de julho de 2020 às 12:04 | Atualizado 27 de julho de 2020 às 12:53

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), resolveu dividir com lideranças do Centrão a articulação política para aprovar a reforma tributária. 

Ele escalou os líderes do MDB, Baleia Rossi (SP), e do Progressistas, Arthur Lira (AL), para atuarem no convencimento das demais bancadas partidárias sobre a proposta.

Leia mais:
Líderes do Centrão discutem estratégia de apoio à 'nova CPMF'
Presidente do TCU vai aposentar e vaga deve ir para Centrão
O que é o Centrão, o grupo que domina o Congresso e se aproximou de Bolsonaro

A convocação de Lira foi uma jogada de Maia para tentar ampliar o apoio à reforma no Centrão, uma vez que o deputado alagoano tem influência sobre líderes de outros partidos do grupo.

Segundo aliados do presidente da Câmara, a expectativa é de que Lira traga para ajudar na articulação líderes como o do PL, Wellington Roberto (PB), ampliando o apoio à reforma no Legislativo.

Almoço


Nesta semana, o presidente da comissão especial mista da reforma no Congresso, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), deve almoçar com o ministro da Economia, Paulo Guedes. 

O convite partiu do tucano. “Quero entender a proposta do governo”, afirmou o parlamentar à CNN, lembrando que, no dia 4 de agosto, Guedes deve ser ouvido pela comissão mista.