Governo exonera secretária da Juventude Jayana Nicaretta da Silva

Nicaretta assumiu o posto no ministério de Damares no início do governo de Jair Bolsonaro, em 2019

Diego Freire, da CNN, em São Paulo
11 de agosto de 2020 às 01:20 | Atualizado 11 de agosto de 2020 às 01:31
Damares Alves e Jayana Nicaretta da Silva
Foto: William Meira/ Instagram/ Reprodução

Em portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (11), Jayana Nicaretta da Silva foi exonerada do cargo de secretária nacional da Juventude do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. O ato, assinado pelo ministro-chefe da Casa Civil Walter Braga Netto, tem a observação de que a exoneração é válida desde 7 de agosto.

Em 6 de agosto, o analista da CNN Igor Gadelha informou que Jayana havia pedido demissão e que a advogada Emilly Rayanne Coelho Silva assumirá o cargo. Emily tem 26 anos de idade e já atuou no ministério de Damares como assessora da Secretaria Nacional de Proteção Global. Mais recentemente, atua como assessora na Secretaria Especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania.

Segundo apurou a CNN com fontes do ministério de Damares, pesou para o pedido de demissão de Jayana a recente polêmica causada por uma proposta dela para destinar parte da cota de empregos de pessoas com deficiência para jovens que moram em abrigos.

A secretária da Juventude, porém, justificou à ministra que estava deixando o cargo para voltar a trabalhar na área de petróleo — ela é engenheira de petróleo. Argumentou também que queria ficar mais livre para se envolver nas eleições municipais deste ano.


Leia também:

Damares critica Bia Doria e defende dar comida a moradores de rua

Vereadora mais jovem de SC

Nicaretta assumiu o posto no início do governo de Jair Bolsonaro, em 2019. Na época com 24 anos, ela foi descrita em nota do governo federal como "uma pessoa de grande desenvoltura técnica e política, com afinidades em todas as classes do movimento juvenil".

Foi destacado ainda que ela foi a mais jovem vereadora eleita em Santa Catarina, aos 18 anos, em 2012, pelo PP.

Formada em Engenharia de Petróleo pela Universidade Federal de Pelotas (Ufpel), Nicaretta da Silva foi vereadora na Câmara Municipal de União do Oeste (SC) de 2013 a 2016.

A Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) foi criada em 2005 com a finalidade de promover pesquisas e diagnósticos sobre a juventude brasileira, além de elaborar, consolidar e executar as Políticas Nacionais de Juventude. Desde janeiro de 2019, é um órgão integrante do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e atua na articulação de todos os projetos e programas destinados, em âmbito federal, aos jovens brasileiros.