Após Doria contrair Covid-19, nenhum secretário do governo testa positivo


Carolina Figueiredo, da CNN, em São Paulo*
13 de agosto de 2020 às 23:45
Com Covid-19, Doria fala sobre cloroquina: 'Tomo o que os médicos recomendam'

João Doria (PSDB), governador de São Paulo

Foto: CNN (12.ago.2020)

Nenhum dos secretários que tiveram contato com o governador João Doria (PSDB) após ele testar positivo para o novo coronavírus contraíram o vírus. Nesta quinta-feira (13), o estado anunciou que 101 pessoas que trabalham no governo fizeram o teste após o diagnóstico de Doria e que apenas seis, funcionários da Casa Militar e de serviços internos, testaram positivo para a doença. Eles estão assintomáticos e cumprem isolamento domiciliar.

Leia também:
TJ-RJ conclui que MP perdeu prazo de recursos do caso Flávio Bolsonaro

Doleiro Dario Messer revelou transações com o então presidente do Paraguai

Doria confirmou na quarta (12), por meio de sua conta no Twitter, que contraiu o novo coronavírus. Mais tarde, no mesmo dia, a primeira-dama Bia Doria também informou que foi infectada pelo vírus.

Como tem sido praxe após políticos contraírem o vírus, secretários e membros do governo também divulgaram testes para a doença. A secretária do Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, que constantemente aparece junto com Doria nas coletivas diárias sobre o coronavírus, confirmou nesta quinta (13) que testou negativo. 

Além dela, Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional, e Edson Aparecido, secretário da Saúde, também divulgaram seus exames negativos.

O secretário-executivo do Centro de Contingência do Combate ao Coronavírus de São Paulo, João Gabbardo, também disse, na noite de quarta (12/08) que testou negativo para a Covid-19.

Até agora, doze governadores brasileiros já contraíram o coronavírus. Além de Doria, Wilson Witzel, do Rio de Janeiro, Helder Barbalho, do Pará, Antonio Denarium, de Roraima, Renato Casagrande, do Espírito Santo, Paulo Câmara, de Pernambuco,  Mauro Mendes, do Mato Grosso, Renan Filho, de Alagoas, Carlos Moisés, de Santa Catarina,  Belivaldo Chagas, de Sergipe, Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul e Wilson Lima. do Amazonas, também testaram positivo para a Covid-19. 


* Com supervisão de Evelyne Lorenzetti