Ricardo Barros busca apoio de Maia e planeja mudança de vice-líderes


Igor Gadelha
Por Igor Gadelha, CNN  
13 de agosto de 2020 às 11:21 | Atualizado 13 de agosto de 2020 às 12:31

Anunciado na quarta-feira (12) como novo líder do governo na Câmara, o deputado Ricardo Barros (PP-PR) começou ainda ontem uma articulação nos bastidores em busca de apoio interno na Casa. 

O parlamentar paranaense buscou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ligou e mandou mensagens para líderes de partidos alinhados ao Palácio do Planalto pedindo apoio para desempenhar a função.

Leia mais:
Bolsonaro indica novos vice-líderes do governo na Câmara

O deputado federal Ricardo Barros (PP-PR)

O deputado federal Ricardo Barros (PP-PR)

Foto: CNN (15.mai.2020)

Barros também planeja mudança na vice-liderança. Em conversas com interlocutores, ele defendeu que os 14 vice-líderes do governo devem ser indicados pelos líderes partidários alinhados ao Executivo. 

Até então, esses nomes vinham sendo escolhidos pelo Planalto e pelo líder do governo, sem necessariamente serem indicados pelos líderes de suas respectivas legendas na Casa.

A oficialização do nome de Barros no Diário Oficial da União deve ocorrer na próxima terça-feira (18). A ideia era só fazer o anúncio na próxima semana, mas o deputado se antecipou a pedido de seu antecessor.

Segundo apurou a CNN, o deputado Vitor Hugo (PSL-GO) ligou para Barros nesta quarta-feira (12), informando que confirmaria à imprensa ainda ontem a informação da troca na liderança do governo.

Como a coluna antecipou no final da manhã de ontem, o presidente Jair Bolsonaro avisou a Vitor Hugo da troca na semana passada. Na terça-feira (11), se reuniu com Barros no Planalto para acertar a indicação.