'Tudo indica que o pior já tenha passado', diz Eduardo Leite sobre Covid-19

Governador gaúcho defende medidas de distanciamento social adotadas e flexibilizadas durante a pandemia

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo
21 de agosto de 2020 às 18:27 | Atualizado 21 de agosto de 2020 às 18:35

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), afirmou nesta sexta-feira (21), em entrevista à CNN, que a pandemia do novo coronavírus já ultrapassou seu pico e entrou em processo de estabilização.

"Tudo indica que o pior momento já tenha passado, mas é claro, precisamos continuar monitorando com o dedo no pulso, acompanhando os dados e os indicadores", disse o governador, entrevistado pelas âncoras Carol Nogueira e Daniela Lima.

Leite defendeu a decisão de flexibilizar o distanciamento social no estado no início de junho, com o aumento posterior da disseminação do novo coronavírus no estado. "O que se observava ao longo do mês de maio e do início do mês de junho eram indicadores estáveis", justifica.

Após a alta, o governador gaúcho voltou a endurecer parcialmente as medidas. Eduardo Leite diz considerar que essa oscilação no distanciamento foi necessária para mitigar os impactos da quarentena sobre a economia.

À CNN, ele afirma que o estado verifica essa estabilização desde as últimas semanas do mês de julho.

Tendo manifestado há semanas a preocupação com a Covid-19 durante o inverno, Eduardo Leite afirmou que a expansão da quantidade de leitos de UTI no estado permitiu que as taxas de ocupação fossem mantidas abaixo de 80%.

"Com essa ampliação, conseguimos garantir que ninguém ficasse sem assistência, embora enxergássemos no final do mês de junho e início do mês de julho um crescimento bastante acelerado por internações e leitos de terapia intensiva", afirma.

Moradores de rua

O governador do Rio Grande do Sul afirma que, apesar dos registros de neve e chuva congelada em cidades do estado, o inverno de 2020 não está sendo especialmente rígido no estado.

Assista e leia também:

Cidades do Rio Grande do Sul têm neve e chuva congelada; veja imagens

Visão Responde: Como o frio afeta a saúde das pessoas?

A respeito das pessoas em situação de rua, especialmente afetadas pelo tempo frio, Leite diz que o estado tem articulado com as prefeituras gaúchas para driblar as dificuldades adicionais que a pandemia da Covid-19 provoca nos processos de atendimento. "Precisamos fazer o acolhimento com segurança sanitária", argumenta.

Eleições

Em entrevista recente à CNN, o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, citou o nome do governador gaúcho como um possível candidato a presidente da República em 2022, apesar de reiterar que o paulista João Doria é "o nome mais forte do partido".

Questionado sobre essa possibilidade, Leite afirmou que fica "lisonjeado", mas que não é a favor de que se discuta as eleições presidenciais de 2022 nesse momento. Para o governador, esse debate deve começar apenas depois do pleito municipal de novembro deste ano.