Rachadinha: STJ retira da pauta julgamento sobre recurso de Flávio Bolsonaro

Caio Junqueira
Por Caio Junqueira, CNN  
15 de setembro de 2020 às 12:20 | Atualizado 15 de setembro de 2020 às 23:52

O ministro do Superior Tribunal de Justiça, Felix Fischer, retirou da pauta desta terça-feira o julgamento de um recurso do senador Flávio Bolsonaro para paralisar as investigações sobre o suposto esquema de rachadinhas em seu gabinete na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

A defesa apresentou o recurso em abril, mas o pedido já tinha sido negado duas vezes porFischer. Nas ocasiões, o ministro entendeu que o instrumento utilizado pela defesa de Flávio, o habeas corpus, não serve como recurso.

Leia mais:
Flávio Bolsonaro agiu para ‘criar obstáculo’ em apuração das rachadinhas, diz MP
PF envia dados para investigação sobre vazamento de operação a Flávio Bolsonaro

A investigação que a defesa de Flávio tenta barrar corre no Ministério Público do Rio de Janeiro e apura possíveis crimes de organização criminosa, lavagem e desvio de dinheiro. O ex-assessor do então deputado estadual Fabrício Queiroz é apontado como o operador do esquema. 

O senador pede que o tribunal torne nulas as provas formadas pela investigação a partir dos dados levantados em sigilo.