Defesa afirma que desconhecer teor de acusação contra Chico Rodrigues

Parlamentar foi flagrado com R$ 30 mil em dinheiro vivo na cueca durante uma operação da Polícia Federal

Noeli Menezes Da CNN, em Brasília
15 de outubro de 2020 às 13:34 | Atualizado 15 de outubro de 2020 às 14:40
Senador Chico Rodrigues
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O advogado do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), Kleber Paulino de Souza, afirmou nesta quinta-feira (15) que não sabia da investigação que resultou no flagra do parlamentar com R$ 30 mil em dinheiro vivo na cueca durante uma operação da Polícia Federal em Roraima na quarta-feira (14).

O defensor disse que ainda não conseguiu acesso aos autos do processo, que corre em segredo de Justiça, e não sabe o teor das acusações contra o senador. “Por isso, não posso tecer mais comentários.”

Leia e assista também

À Justiça Eleitoral, senador do dinheiro na cueca declarou R$ 525 mil em espécie

Jair Bolsonaro retira Chico Rodrigues do cargo de vice-líder do governo

'Meu governo são os ministros', diz Bolsonaro sobre vice-líder no Senado

Flagrado com dinheiro na cueca, vice-líder do governo diz crer na Justiça divina

Segundo Souza, o posicionamento oficial de Chico Rodrigues sobre o caso já foi dado em nota na qual ele se diz inocente. O senador nega envolvimento nas suspeitas de desvio de recursos de emendas parlamentares destinadas ao enfrentamento da Covid-19. Cada parlamentar tem direito a R$ 15 milhões em recursos do Orçamento da União.

Nesta quinta-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro destituiu Chico Rodrigues do cargo de vice-líder do Governo no Senado. O DEM também avalia suspender a filiação do político para evitar que o caso prejudique candidatos nas eleições municipais de 15 de novembro.