Após atraso em divulgação de resultados, Tatto (PT) desiste de se pronunciar

Problema técnico em processador do TSE causou demora na apuração dos votos

Estadão Conteúdo
15 de novembro de 2020 às 21:44

Jilmar Tatto foi escolhido pelo PT para concorrer à prefeitura de São Paulo

Foto: Divulgação/PT

Após o atraso do Tribnal Superior Eleitoral (TSE) na divulgação dos resultados das eleições à prefeitura de São Paulo, o candidato Jilmar Tatto (PT) decidiu não se pronunciar na noite deste domingo, 15. A expectativa era que ele falasse no Diretório Municipal do PT assim que houvesse um resultado claro da apuração das urnas.

O PT aguarda o resultado da votação à Câmara Municipal para saber qual será o tamanho de sua bancada de vereadores e, assim, saber em quais termos seria acertado um apoio a Guilherme Boulos (PSOL). "Não vamos fazer um balanço agora", disse o presidente do diretório municipal do PT, Laércio Ribeiro.

Leia também: 
Problema técnico em processador do TSE causou demora na apuração, diz Barroso
Tatto propõe renda básica, teste em massa e passe livre para desempregados em SP

O PT também vive um momento de divisão neste domingo, após uma declaração do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a disposição de parte do partido para apoiar a candidatura de Boulos.

Mais cedo, Lula confirmou que Tatto foi abordado nas últimas semanas por dirigentes do PT que o perguntaram sobre a possibilidade de desistir da corrida em favor de Boulos. Lula disse que a presidente do partido, Gleisi Hoffmann, procurou Tatto para saber se ele deixaria a disputa.

"Acho que foi uma atitude soberana dele de dizer que não ia retirar a candidatura", disse Lula na manhã deste domingo, 15, logo após votar em São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo. "Ninguém poderia dizer o que ele poderia fazer, era uma coisa dele."