Sem se comprometer, Barroso diz que é possível que resultado saia neste domingo

Apuração atrasou por falha em processador que soma os votos

Anna Satie, da CNN em São Paulo
15 de novembro de 2020 às 22:16 | Atualizado 15 de novembro de 2020 às 22:30

 

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luís Roberto Barroso, disse que é possível que a apuração total das urnas seja concluída ainda neste domingo (15), mas não deu certeza.

Segundo ele, é possível que os dados não sejam computados até meia-noite, e que os resultados demorem mais algumas horas.

"Tenho expectativa (sobre resultados saírem ainda hoje), não gostaria de me comprometer, mas é possível", disse em entrevista coletiva.

Siga a apuração das eleições em sua cidade em tempo real

Antes, o ministro atribuiu a lentidão na contagem dos votos à falha em um dos núcleos de processadores que somam as entradas. "Os dados chegaram íntegros, o processo de somar que ficou lento após um dos processadores sofrer problema técnico", disse, comparando à falha a um engasgo no motor de um carro.

Barroso afirmou que a demora de forma alguma afetará os resultados. "Os resultados saíram às 17 horas, na hora que o boletim [das urnas] foi impresso", declarou. "A ideia de que a demora tenha qualquer consequência no resultado não faz sentido". 

Inicialmente, era esperado que os resultados já fossem conhecidos até as 22 horas. 

Esta é a primeira eleição em que todos os votos são somados no TSE, e não individualmente no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de cada estado.