Jair Bolsonaro elogia Caiado em evento em Goiás: 'Parece sócio do governo'

Presidente participou de entrega de títulos de propriedade ao lado de Ronaldo Caiado (DEM)

Da CNN, em São Paulo
18 de novembro de 2020 às 11:43 | Atualizado 18 de novembro de 2020 às 12:11


O presidente Jair Bolsonaro fez uma série de elogios ao governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) durante a entrega de títulos de propriedade rural na manhã desta quarta-feira (18) no estado. 

"Obrigado a Deus por esse momento, estar do lado do governador Ronaldo Caiado. É a décima vez que estou aqui fisicamente, mas no pensamento e no coração, estou 24 horas por dia ao lado do Caiado. Digo mais: você parece que é sócio do governo. Acho que o Caiado tem algum infiltrado no Ministério da Economia, lá na Agricultura e entre tantos órgãos federais, porque ele consegue muita coisa para seu povo. Esse é o trabalho de um governador". 

Leia também
Bolsonaro quer esperar eleição no Congresso para se filiar a um partido político
Bolsonaro diz que irá revelar países que compram madeira ilegal da Amazônia
Bolsonaro revê estratégia e avalia se filiar ao Centrão

   

Jair Bolsonaro e o governador Ronaldo Caiado em cerimônia em Goiás (18.nov.2020)
Foto: Reprodução/CNN

O presidente também comentou o fim do horário de Verão, que extinguiu no ano passado. "Alguém aqui tá reclamando do horário de Verão, por acaso, que não teve? Mais parlamentares tinham essa ideia também, mas o (deputado) João Campos (Republicanos) foi lá tomar um café com a gente e dependia, olha como é poderosa essa canetinha, dependia de uma canetinha Compactor ou Bic, né? E nós, obviamente, depois de estudos feitos no Ministério de Minas e Energia, chegou-se a conclusão que era bom para o organismo da pessoa e para a economia também". 

Bolsonaro elogiou ainda os trabalhadores rurais, citando o isolamento social imposto nos primeiros meses de pandemia. "Graças a vocês que são aqui do campo, que não pararam, nós da cidade continuamos sobrevivendo. Se o 'Fique em casa, a economia a gente vê depois' fosse aplicado no campo, teríamos desabastecimento, fome, miséria e problemas sociais. Parabéns a vocês, que não se mostraram frouxos na hora da angústia, como diz a passagem bíblica".

(publicado por Leonardo Lellis)