PSB deve anunciar amanhã apoio a Boulos, Manuela e Edmilson Rodrigues

Márcio França participou das conversas para definição na capital paulista

Fernando Molica
Por Fernando Molica, CNN  
18 de novembro de 2020 às 17:07

O PSB deverá anunciar amanhã à noite, em Brasília, o apoio à candidatura de Guilherme Boulos (PSOL) à prefeitura de São Paulo.  O partido decidiu marcar posição na defesa de outras candidaturas de esquerda: vai ficar com Manuela D'Ávila (PCdoB ) em Porto Alegre (RS) e com Edmilson Rodrigues (Psol) em Belém (PA).

A decisão sobre o segundo turno em São Paulo foi precedida de conversas entre Boulos e sua candidata a vice, Luiza Erundina, com o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira. Terceiro colocado na disputa paulistana, com 13,64% dos votos, Márcio França, presidente estadual do partido, também participou das articulações.   

Leia e assista também

RealTime Big Data: Covas tem 60% dos votos válidos em São Paulo e Boulos, 40%

PT decide apoiar Guilherme Boulos no segundo turno em São Paulo

A direção nacional do PSB teve papel decisivo na definição das posições do partido em Porto Alegre e em Belém. Diante da pressão, o PSB gaúcho decidiu se reunir na tarde desta quarta (18) para rever uma tendência de apoio a Sebastião Melo (MDB). No primeiro turno, o partido apoiou Juliana Brizola, que ficou em quarto lugar (6,41% dos votos).  

No PSB do Pará havia os que defendiam uma postura de neutralidade na disputa entre Rodrigues e o Delegado Federal Eguchi (Patriotas), mas o diretório nacional também determinou o apoio ao candidato do Psol. Em Belém, o candidato do PSB, Cássio Andrade, chegou em quinto lugar, com 6,88% dos votos.