Solidariedade define apoio a Bruno Covas no segundo turno em São Paulo

Parte da legenda defendia a neutralidade na disputa

Tainá Falcão Da CNN, em São Paulo
18 de novembro de 2020 às 16:27 | Atualizado 18 de novembro de 2020 às 16:48

O partido Solidariedade definiu que irá apoiar o candidato à reeleição Bruno Covas (PSDB) na disputa pela prefeitura de São Paulo.

A informação foi confirmada à CNN pelo presidente municipal do partido, Pedro Nepumuceno. O tucano disputa o segundo turno com Guilherme Boulos (PSOL). A votação será no dia 29 de novembro.

Leia e assista também

RealTime Big Data: Covas tem 60% dos votos válidos em São Paulo e Boulos, 40%

Bruno Covas propõe investimento privado para revitalizar centro de SP

As tratativas pelo apoio estavam sendo costuradas desde ontem (17), mas ainda pendentes de análise de parte do partido que defendia a neutralidade. 

"Eu defendo que na política precisa ter lado. Então eu reuni a direção inteira, mas a maioria foi no que eu defendia, que era a união em torno do Bruno Covas, que é mais de centro", disse Nepomuceno.

Presidido nacionalmente por Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, o Solidariedade apoiou Márcio França (PSB) no primeiro turno.

Na terça, o tucano havia recebido a confirmação do apoio do Republicanos, do candidato Celso Russomanno, derrotado no primeiro turno.