PP pretende travar todas as pautas de votação da Câmara até o final do ano

A estratégia do PP é deixar a pauta morrer por si só para não dar a Maia nenhuma vitória ou chance dele mobilizar sua base de apoio

Da CNN, em São Paulo
20 de novembro de 2020 às 17:00 | Atualizado 20 de novembro de 2020 às 17:00


O PP, um dos principais partidos da base aliada do governo, pretende travar as votações de reformas na Câmara dos Deputados até o final deste ano. A apuração é da âncora da CNN Daniela Lima.

O partido está decidido a não votar nada antes do fim do ano, com o foco em prejudicar o atual presidente da casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que atualmente é o principal rival de Arthur Lira (PP-AL) para a próxima presidência da Câmara.

Leia também

Oposição do Senado protocola pedido de CPI para investigar apagão do Amapá

Alcolumbre segura há 1 mês convocação de suplente do caso do dinheiro na cueca

Paulo Guedes: depois das eleições, voltamos a falar sobre novo imposto

A estratégia do PP é deixar a pauta morrer por si só, a fim de não dar a Maia nenhuma vitória ou chance dele mobilizar sua base de apoio.

O partido da base governista não conta com a possibilidade de prorrogação dos trabalhos nem para votar o orçamento de 2021.

Segundo um dirigente do partido, o objetivo é acabar com o mandato de Maia “o mais cedo possível”. Disseram que sem pauta de votação não há presidente da Câmara.

“Quanto mais cedo encerrar o assunto, melhor,” disse um membro do partido à jornalista Daniela Lima.

(Publicado por Sinara Peixoto)