Alexandre Garcia: 'Estrago no último ano de Dilma foi maior que do coronavírus'

No quadro Liberdade de Opinião, o jornalista compara o que aconteceu com a economia nos dois períodos

Da CNN, em São Paulo
27 de novembro de 2020 às 11:15


No quadro Liberdade de Opinião desta sexta-feira (27), o jornalista Alexandre Garcia comentou os índices de desemprego, que atingiram os piores índices desde 2012.

"No último período de governos esquerdistas, ou seja, no último ano do governo Dilma, o estrago foi maior no emprego e no PIB que o próprio coronavírus provocou no país este ano. Foi muito maior o estrago, a retração do emprego e da economia. E o brasileiro está se recuperando. O que o governo fez foi uma ajudinha social", avalia.

Leia também
Desemprego bate recorde: taxa de desocupação atinge 14,6% no 3º trimestre
Quase 10 milhões de brasileiros estão com seus contratos de trabalho suspensos
Guedes diz que país pode ter 'zero perda de emprego', após abrir 395 mil vagas

"Afundamos lá em abril e maio, a propaganda do coronavírus puxou o país para baixo, para ver se quebrava tudo para salvar vidas, mas o brasileiro se recuperou. Foi para casa, perdeu o emprego, criou mais de um milhão de pequenas e médias empresas de março para cá e está reagindo muito bem. Mostra que é difícil de ser derrubado". 

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião (27.nov.2020)
Foto: Reprodução/CNN

(Publicado por Leonardo Lellis)