Conexão CNN: As expectativas para as disputas no segundo turno

Em todo o país, são cerca de 38 milhões de eleitores que voltam às urnas; São Paulo e Rio de Janeiro, dois maiores colégios eleitorais do país, estão em disputa

Da CNN
27 de novembro de 2020 às 11:35

No quadro Conexão CNN desta sexta-feira (27), na CNN Rádio, Iuri Pitta, Leandro Resende e Thais Arbex falam sobre as expectativas para o segundo turno das eleições municipais, no domingo (29), em 57 cidades brasileiras.

“São mais ou menos 38 milhões de eleitores que voltam às urnas. O Rio está com um cenário aparentemente mais definido a favor de Eduardo Paes (DEM), o ex-prefeito, contra Marcelo Crivela (Republicanos), o atual prefeito. São Paulo ainda está com vantagem do atual prefeito Bruno Covas (PSDB) frente a Guilherme Boulos (PSOL), mas uma diferença que está ficando menor do que no início do segundo turno”, disse Pitta.

Ele disse ainda que outras capitais, como Recife e Belém devem ter disputas interessantes nesse segundo turno.

Já Resende chamou atenção para os número de eleitores que não devem ir às urnas, o que também pode afetar os resultados.

“Em várias cidades do Rio nós tivemos abstenções recordes no primeiro turno das eleições. E essa é uma preocupação das campanhas aqui no estado, tanto na capital quanto em outras cidades”, afirmou.

“Vou dar um exemplo: Campos, que fica no interior do estado, é uma cidade que já retrocedeu diversas medidas de abertura com o avanço do coronavírus, então isso deve impactar o segundo turno por lá”, completou.

Leandro Resende, Thais Arbex e Iuri Pitta apresentam o Conexão CNN, na CNN Rádio
Foto: CNN Brasil

Por fim, Arbex comentou a mudança na postura do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em relação às entrevistas no dia da votação.

“Naquele domingo, dia 15, vimos o TSE falar diversas vezes ao longo do dia as explicações para o atraso nos dados”, relembrou.

“Agora, todos só falarão após o encerramento da apuração porque houve uma avaliação de que naquele momento em que não se sabia direito o que estava acontecendo o excesso de falar gerou ainda mais especulações.”