Governador de SC, Carlos Moisés é absolvido em primeiro processo de impeachment

Afastado há mais de um mês, ele pode ser reconduzido ao governo na próxima segunda-feira (30)

Anna Satie, da CNN, em São Paulo
27 de novembro de 2020 às 14:44 | Atualizado 27 de novembro de 2020 às 15:38

 

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL) foi absolvido nesta sexta-feira (27) pelo Tribunal Especial Misto de julgamento de impeachment. 

Foram seis votos contra, três favoráveis e uma abstenção. Para que o processo seguisse em frente, eram necessários ao menos sete votos a favor.

Com isso, Moisés, que está afastado desde 27 de outubro, pode voltar ao governo na próxima segunda-feira (30). 

Leia também:

'Julgamento político', diz governador afastado de SC sobre impeachment

O pedido de impeachment em que foi absolvido o acusava de crime de responsabilidade ao conceder aumento salarial a procuradores do Estado por meio de decisão administrativa em 2019. De acordo com o autor do processo, o reajuste deveria ter sido concedido por discussão de projeto de lei na Assembleia Legislativa.  

Sessão de julgamento do impeachment do governador Carlos Moisés na Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Foto: Cristiano Estrela/Futura Press/Estadão Conteúdo (27.nov.2020)

Esse não é o único processo contra ele: existe um segundo em andamento, ainda sem data para ser julgado. De acordo com a acusação, 200 respiradores foram comprados no valor de R$ 33 milhões. Eles foram pagos, mas nem todos foram entregues.

Ainda há supeita de irregularidades na contratação de um hospital de campanha para o combate do novo coronavírus.

(Com informações de Gabrielle Ravasco, de Florianópolis)