Ao votar em São Paulo, Erundina fala sobre combate à discriminação e ao racismo

A deputada, vice de Boulos, acredita que a campanha do PSOL foi uma forma de mostrar ao povo que é possível mudar o cenário

Da CNN, em São Paulo
29 de novembro de 2020 às 14:07

 

A deputada federal Luiza Erundina, vice na chapa de Guilherme Boulos, ambos do PSOL, falou com a imprensa em seu colégio eleitoral na Zona Sul de São Paulo, na manhã deste domingo (29), antes de votar.  

Erundina, que foi prefeita da capital paulista entre 1989 e 1992 falou que a campanha dos dois serviu para reavivar a esperança e mostrar que, em uma ação coletiva, é possível mudar o cenário político atual.

Leia e assista também:
Luiza Erundina, vice de Boulos, vota na zona sul de São Paulo
Sem poder votar com Covid-19, Boulos aparece com cartaz em casa
Bruno Covas vota na Zona Oeste de São Paulo

“Eu estou muito confiante do resultado dos votos para a gente voltar a governar essa cidade - no meu caso - e, agora junto com o Boulos, para a gente colocar de novo o poder na mão do povo. Dizer que o que precisa ser feito primeiro é combater a discriminação, o preconceito, o racismo, tudo aquilo que recai hoje pelo povo brasileiro e gera muita infelicidade, muita tristeza, muito desalento, muita falta de vontade de reagir”.

Luiza Erundina, candidata a vice-prefeita de São Paulo pelo PSOL, vota na Zona Sul da cidade
Foto: Reprodução/CNN Brasil

(Publicado por: André Rigue)