Bruno Covas segue com imunoterapia e radioterapia nas próximas semanas

Em outubro de 2019, o prefeito de SP foi hospitalizado e detectou a presença de um tumor na região do estômago

Will Marinho, da CNN, em São Paulo
09 de dezembro de 2020 às 23:20
Prefeito de São Paulo reeleito, Bruno Covas trata câncer desde 2019
Foto: Patrícia Cruz via Fotos Públicas

Em boletim médico divulgado para a imprensa nesta quarta-feira (9), a equipe médica que acompanha o tratamento contra o câncer do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), informou que ele vai prosseguir com "imunoterapia e será submetido às sessões de radioterapia durante as próximas semanas".

Ainda segundo o boletim, o prefeito passou por uma avaliação médica completa na manhã desta quarta, os exames "demonstraram eficácia da imunoterapia e os linfonodos acometidos estão estabilizados".

Leia e assista também:

Bruno Covas: Conheça a história e a carreira do prefeito reeleito de São Paulo

Igor Gadelha: Bruno Covas ganhou a eleição apesar de João Doria

Íntregra do boletim

"O prefeito Bruno Covas realizou hoje, pela manhã, uma avaliação médica completa. Foram realizados exames que demonstraram eficácia da imunoterapia.

Os linfonodos acometidos estão estabilizados. Ele irá prosseguir em tratamento com imunoterapia e será submetido às sessões de radioterapia durante as próximas semanas para continuidade do tratamento.

O paciente encontra-se clinicamente muito bem, sem nenhum tipo de restrição, e apto a manter rotina habitual de trabalho.

O prefeito é acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelo Prof. Dr. David Uip, pelo Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, Dr. Artur Katz, Dr. Tulio Eduardo Flesch Pfiffer.e Prof. Dr. João Luiz Fernandes da Silva (radioterapia)".