Não deixem que o pânico nos domine, diz Bolsonaro em discurso no Rio de Janeiro

Presidente participou da cerimônia de formatura de 178 guardas-marinha no Rio de Janeiro na manhã deste sábado

Cleber Rodrigues, da CNN, no Rio De Janeiro 
12 de dezembro de 2020 às 15:35 | Atualizado 12 de dezembro de 2020 às 16:02

 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou, na manhã deste sábado (12), da cerimônia de formatura de 178 guardas-marinha, no Rio de Janeiro. O evento aconteceu na Escola Naval, no centro da capital fluminense, e contou com a participação de ministros, além de autoridades do Rio de Janeiro, como o governador Cláudio Castro (PSC) e o prefeito Marcelo Crivella (PRB). 

Bolsonaro não conversou com a imprensa, mas fez um rápido discurso aos formandos, no qual citou a necessidade de coragem para enfrentar os desafios. 

Leia também:

Rodrigo Maia: 'Demora da vacina é maior erro político de Bolsonaro'

Waack: Bolsonaro deve tomar uma decisão sobre vacinação neste fim de semana

Bolsonaro segura edição de MP sobre vacinação

“A história nos mostra, quando o Estado avança sobre direitos e liberdades individuais, dificilmente ele recua. Não deixem que o pânico nos domine. A nossa liberdade não tem preço. Ela vale mais que a nossa própria vida”, disse Bolsonaro.

Dos 178 aspirantes que foram declarados guardas-marinha, 11 são mulheres e um oriundo de Honduras. Após quatro anos de formação acadêmica e militar-naval, ambos receberam suas espadas, símbolo oficial da Marinha.