PNI sem garantias e datas é apenas carta de intenções, diz Wellington Dias

"Eles se comprometeram a entregar em janeiro de 6 milhões de doses. Colocamos que o número era pouco," disse Dias sobre reunião o ministro Pazuello

Da CNN, em São Paulo
16 de dezembro de 2020 às 23:57

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), participou nesta semana de diversas reuniões com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para discutir o Plano Nacional de Imunização (PNI). 

Em entrevista à CNN, o governador disse que ele e seus pares deixaram claro para membros do governo que o documento deve vir com datas, prazos e um cronograma para ser efetivo.

Leia também

Governo se preocupa com avanço da Argentina na vacina

Alasca confirma caso de reação adversa severa a vacina contra Covid-19

Dois hospitais de São Paulo têm ocupação máxima de leitos de UTI para Covid-19

“Colocamos claramente que o PNI não passa de uma carta de intenção se não tiver garantias e prazos e cronogramas. Eles se comprometeram a entregar em janeiro de 6 milhões de doses. Colocamos que o número era pouco e pedimos para que o número de doses chegasse a 20 milhões em janeiro,” disse Dias.

Wellington Dias, governador do Piauí
Foto: CNN (08.dez.2020)


(Publicado por Sinara Peixoto)