Primeiro escalão de Paes no Rio terá 23 secretários e todos já estão definidos

São oito áreas a mais que o formato atual; 17 serão comandadas por homens e seis por mulheres

Stéfano Salles, da CNN no Rio
31 de dezembro de 2020 às 21:35
Eduardo Paes (DEM), prefeito eleito do Rio de Janeiro
Foto: REGINALDO PIMENTA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Prefeito eleito do Rio, que tomará posse nessa sexta-feira para seu terceiro mandato, Eduardo Paes (DEM) já tem seu secretariado definido.

O primeiro escalão do governo contará com 23 pastas, 17 comandadas por homens e seis por mulheres. São oito áreas a mais que o formato atual, desenhado na gestão de Marcelo Crivella (Republicanos). Durante as apresentações dos ocupantes dos cargos, Paes defendeu que o aumento do número de secretarias não representará crescimento de despesas com pessoal.

Leia também: 
Paes vai aumentar alíquota previdenciária de servidores e deve parcelar 13°
Neymar responde o MP e diz que não promove festa em Mangaratiba

A cerimônia de posse está dividida em dois momentos. No primeiro, às 10h, os vereadores eleitos serão empossados no Palácio Pedro Ernesto, em sessão presidida pelo parlamentar mais votado da Legislatura 2020/2024, Tarcísio Motta (PSOL). Nela, será formada a nova Mesa Diretora, formada por um presidente, dois vice-presidentes, dois secretários e dois suplentes. O novo presidente eleito dará posse a Paes.

Atual presidente da Câmara Municipal, Jorge Felippe (DEM) ocupa interinamente a prefeitura, desde a prisão de Marcelo Crivella (Republicanos). Ele está na função há 10 anos (cinco mandatos), mas já decidiu que não vai concorrer à reeleição para o posto.

O grupo político de Paes definiu como candidato o vereador Carlo Caiado (DEM). Ele não deve ter adversário, uma vez que a oposição que inicia o mandato está restrita a 11 cadeiras, contando PSOL, PT e PDT, e precisaria de pelo menos 13 para lançar uma candidatura. Também não foi discutido um nome para enfrentar Caiado na disputa.

Depois da posse no Palácio Pedro Ernesto, onde Paes fará um discurso, ele partirá para o Palácio da Cidade, em Botafogo, onde dará posse a seus secretários, além de presidentes de empresas públicas e autarquias.

Secretários

Ação Comunitária - Marli Peçanha
Assistência Social e Direitos Humanos  - Laura Carneiro
Ciência e Tecnologia - William Coelho, vereador do DC
Conservação - Ana Laura Secco
Cultura - Marcus Faustini
Desenvolvimento Econômico, Inovação e Desburocratização - Chicão Bulhões, deputado estadual do Novo
Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente - Eduardo Cavalier
Educação - Renan Ferreirinha, deputado estadual do PSB
Esporte - Guilherme Schelder
Fazenda e Planejamento - Pedro Paulo, deputado federal do DEM
Governo e Integridade - Marcelo Calero, deputado federal do Cidadania
Habitação - Fabio Dalmasso Coutinho
Infraestrutura - Kátia Souza
Juventude - Salvino Oliveira
Mulher - Joyce Trindade
Ordem Pública e Cidadania - Breno Carnevale
Planejamento Urbano - Washington Fajardo
Proteção Animal - Vinícius Cordeiro
Terceira Idade - Júnior da Lucinha, vereador do PL
Trabalho e Renda - Jorge Felippe Neto
Turismo - Cristiano Beraldo
Transporte - Maína Celidonio
Saúde - Daniel Soranz
FUNDAÇÕES E AUTARQUIAS
Fundação Cidade das Artes - Cláudio Versiani
Fundação Instituto de Geotecnia do Município (GEO-Rio) - André Senos
Fundação Parques e Jardins - Fabiano Carnevale
Fundação Rio Águas - Jessick Trairi
Instituto de Previdência e Assistência (PREVI-Rio) - Melissa Garrido Cabral

Subprefeituras

Barra da Tiuca - Raphael Lima
Centro - Leonardo Pavão
Ilhas do Governador, do Fundão e Paquetá - Rodrigo Toledo
Jacarepaguá - Thalita Galhardo
Tijuca - Wagner Coé
Zona Sul - Ana Ribeiro
Zona Norte - Diego Vaz
Zona Oeste - Edson Menezes