Cidadania e Podemos decidem apoiar Simone Tebet no Senado


Igor Gadelha
Por Igor Gadelha, CNN  
13 de janeiro de 2021 às 13:22 | Atualizado 13 de janeiro de 2021 às 13:22
Senadora Simone Tebet (MDB-MS)
Senadora Simone Tebet (MDB-MS)
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado 

As bancadas do Cidadania e do Podemos decidiram nesta quarta-feira (13) apoiar a candidatura de Simone Tebet (MDB-MS) à presidência do Senado. A decisão foi tomada em reuniões individuais de cada uma das legendas.

Com três senadores, o Cidadania decidiu por unanimidade apoiar Simone. Para isso, o senador Jorge Kajuru (GO) desistiu de disputar o comando da casa para apoiar a colega sul-matogrossense.

 

“A decisão é da bancada. Kajuru abriu mão da candidatura para apoiar a Simone”, anunciou à CNN o senador Alessandro Vieira (ES), vice-líder do Cidadania no Senado.

Já o Podemos tomou a decisão após “sabatina” com Simone na manhã desta quarta-feira. Segundo o líder da sigla na Casa, a decisão foi por maioria, mas não por unanimidade.

“Decidimos apoiar a Simone, mas sem desrespeitar eventuais compromissos assumidos por outros senadores com outros candidatos”, explicou Dias à CNN.

Segundo apurou a CNN, dois dos nove senadores do Podemos anunciaram aos colegas de bancada que votarão em Rodrigo Pacheco (DEM-MG): Romário (RJ) e Marcos do Val (ES).

Há ainda um terceiro senador que se disse indeciso: Styvenson Valentim (RN). A expectativa de Pacheco, que é o candidato de Davi Alcolumbre (DEM-AP), é contar com o voto do parlamentar potiguar.

 

Álvaro Dias disse ainda à CNN que o Podemos só deve fazer o anúncio oficial após reunião com a bancada do PSDB, prevista para hoje à tarde. A expectativa é de que os tucanos também apoiem Simone.