Rezende: Influência de outro poder na eleição na Câmara não é bom para o Brasil

No quadro Liberdade de Opinião, Sidney Rezende repercutiu fala do presidente da República sobre 'participar e influir' na eleição para presidência da Câmara

Da CNN, em São Paulo
28 de janeiro de 2021 às 10:28


No quadro Liberdade de Opinião desta quinta-feira (28), Sidney Rezende repercutiu a fala do presidente Jair Bolsonaro, que, a apoiadores, disse que vai se reunir com parlamentares do PSL, pois espera influenciar na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados.

O atual presidente da Casa, Rodrigo Maia, manifestou insatisfação ao ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, dizendo que essa interferência do governo terá sequelas e que a intenção do presidente é transformar o Parlamento em anexo do Palácio do Planalto. 

"Não é bom que um poder interfira no outro, isso vale para o presidente, mas vale também para o Judiciário e Legislativo", disse Rezende. "Quando Maia reclama, não está errado, mas ele tem que lembrar que, quando estava próximo do presidente Bolsonaro, também poderia ser interpretado como algo que não era muito positivo para a democracia."

"Mas não é um gesto democrático um poder interferir dessa maneira no outro. É muito importante nessa hora que todos rezem na mesma cartilha: a imprensa, a sociedade, os poderes em geral. Democracia pode não ser perfeita, mas é o regime mais próximo que temos para respeitar a esmagadora maioria de uma nação", completou o jornalista.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Sidney Rezende no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (28.jan.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

(Publicado por: André Rigue)