Alcolumbre fecha acordo com ala do MDB para comandar CCJ

Acordo com senadores emedebistas garante que o ex-presidente do Senado possa assumir o comando da Comissão de Constituição e Justiça

Por Igor Gadelha, CNN  
08 de fevereiro de 2021 às 07:11
O ex-presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Foto: Pedro França - 26.mai.2020/Agência Senado 

Ex-presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) fechou um acordo com senadores do MDB para garantir que ele possa assumir o comando da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante da Casa.

Em troca da presidência da CCJ, Alcolumbre acertou que o MDB ficará com outras duas comissões importantes: manterá a de Educação, Cultura e Esporte e ganhará a de Serviços de Infraestrutura, que até então era do DEM.

O acerto é para que o atual líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), até então cotado para a CCJ, seja indicado para o comando da Comissão de Educação.

Já para a comissão de Infraestrutura, o principal nome cotado para presidir é o do senador Dário Berger (MDB-SC), que comandou o colegiado da Educação no ano passado.

O acerto foi fechado por Alcolumbre em conversa com emedebistas na última sexta-feira (5) e confirmado à CNN tanto por Eduardo Gomes quanto por interlocutores do ex-presidente do Senado.