MPF ouvirá Daniel Silveira sobre celulares em cela nesta sexta-feira

Procurador Eduardo Benones irá, às 10h, ouvir Daniel Silveira presencialmente na Unidade Prisional da Polícia Militar, em Niterói, onde o parlamentar está preso

Leandro Resende
Por Leandro Resende, CNN  
25 de fevereiro de 2021 às 21:39 | Atualizado 25 de fevereiro de 2021 às 21:47
O deputado federal Daniel Silveira
Deputado federal Daniel Silveira será ouvido pelo MPF nesta sexta-feira
Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo (7.fev.2019)

O deputado federal Daniel Silveira, preso desde a semana passada por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), prestará depoimento nesta sexta-feira (26) em investigação que apura como ele manteve dois celulares em seu poder enquanto estava preso na superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro.

O depoimento faz parte de um procedimento investigatório criminal aberto pelo Ministério Público Federal e comandado pelo Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial. 

O procurador Eduardo Benones irá às 10h ouvir Daniel Silveira presencialmente na Unidade Prisional da Polícia Militar, em Niterói, onde o parlamentar está preso. 

O MPF investiga se alguém facilitou a entrada dos celulares na PF. O crime está previsto no Código Penal e prevê prisão de até um ano para quem “ingressar, promover, intermediar, auxiliar ou facilitar a entrada de aparelho telefônico de comunicação móvel, de rádio ou similar, sem autorização legal, em estabelecimento prisional”.

Daniel Silveira ficou detido por dois dias em uma sala na superintendência da PF e também é investigado por ter usado os celulares para mandar mensagens e intimidar parlamentares.