Waack: Brasileiro está cansado de polarização como a de Bolsonaro e Lula

Tanto o presidente quanto o petista cresceram muito na polarização; ambiente político brasileiro pede um candidato desvinculado desses dois polos

Da CNN, em São Paulo
09 de março de 2021 às 09:21

No quadro CNN Poder desta terça-feira (9), na CNN Rádio, William Waack analisa uma possível disputa entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa pelo Palácio do Planalto, em 2022.

“[Com a decisão de Edson Fachin] Lula agora é elegível e pode disputar a eleição de 2022 contra Jair Bolsonaro, se assim quiser. Estamos diante de uma inevitável polarização”, afirmou. 

Para Waack, é possível sentir que as pessoas estão cansadas da polarização, algo que, inclusive, prejudica a primeira candidatura declarada – do presidente Bolsonaro.

“Lula é um velho conhecido da polarização – pelo menos o Lula lá de trás, de 30 anos atrás – assim como Bolsonaro cresceu muito na polarização”, destacou.

“Acho que o ambiente político brasileiro pede um candidato desvinculado desses dois polos. E acho que política é assim: cria-se a dinâmica e, aí, o candidato surge.”